Wednesday, August 4, 2010

AR - ÉTER...


"Ar", "Éter", fluindo tal fluídico tempo. A fruição da música, pleno deleite de imaginação. Prazer dos Sentidos-Texto de Prazer. A fulva memória clareando no zigue-zaguear pelo tempo. Passado-Presente-Ontem-Hoje. O muito ontem no olhar petrificado do trilobito, em encontro de milhões de anos – eternidade geológica. O hoje, transitoriede, tal piscar luminoso de fentosegundos. Música, encanto de infinitas dimensões no turbilhão da imaginação: “Ar”, “Éter”. Domínio da memória. Drible no tempo da Física. O possível de vidas infinitas nas finitudes das impossibilidades. No dissipar da bruma, transparece a modelo – corpo delgado, porte de bailarina. Toca a aspereza do solo da vida apenas com as pontas dos pés. Ninguém sabe seu início, ninguém sabe o seu fim.
Eleva-se. Etérea.
Mais leve do que o ar.
Desejo-Emoção-Sedução.

Lázaro Lokovaks

1 comment:

  1. Son tus imagenes o son tus letras las que han roto el reposo de mi imginación.
    Gracias por compartir tu gracia, tu talenta y tus letras.
    Un abrazo desde Güimar Tenerife. Islas Canarias.
    Jecego.

    ReplyDelete

MIRONTEE

grafica.v.blogspot.comgrafica

block chop; Kevin Bradshaw, artist/writer

PINTURAS DE JALAR

HUMEURS OU HUMOUR ?

matisse566's Daily Painting

! Intimidades da Curiosa !

Cece Chapman (Video)

Chorus

ABSTRACT CALLIGRAPHY

ASEMIRA

Jean's Paintings

Over the Sofa/ Under the Skin/ Inside the Head

Abstract Comics: The Blog

bentspoon

compostxt